Antes que acabe

 

São Paulo, uma cidade antiga com uma história baseada em rios, pobre e isolada no início da colônia, foi crescendo sem dono (ou com muitos), enriquecendo, criando raízes, bairros, casas, vidas. Cresceu em importância econômica, política e arrogância. Tenta esquecer seu passado, destruindo-o.  A casa típica dos bairros da cidade – o sobrado com janelas para a rua, o chão de cacos vermelhos, a geometria de arcos, as pequenas colunas, o jardim atrás – está sendo pouco a pouco substituída por grandes prédios de vidro e concreto. Bairros como Vila Madalena e Pinheiros, onde as casas dominavam o horizonte, vivem um período de intensa especulação imobiliária. As empreiteiras vendem os apartamentos como se os moradores fossem viver em um bairro bucólico de lindas casas, mas estas serão demolidas para erguer os novos empreendimentos. Contradições da cidade que tenta apagar sua memória. O projeto ‘Antes que acabe’ visa registrar iconograficamente os remanescentes dessas construções. É um trabalho de resgate e resistência.

Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
rua dos Franceses | caneta nanquim sobre papel | 22,9 x 30,5 cm | 2016
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
antes que acabe
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe - João Galera
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe
Antes que acabe especulação imobiliária

joaogalera@gmail.com        +55(11)97959-0646        @joaogalera